terça-feira, 22 de março de 2011

A Educação Infantil atualmente, configura-se como uma das grandes necessidades  para o desenvolvimento do indívíduo, posto que, é nessa fase da vida que as estruturas vão se construindo e o mediador, aqui compreendido como: cuidador, pais e professores, tomam um papel de grande importância nesse processo. Diante disso, faz-se necessário se conhecer esse sujeito que encontra-se nesse espaço da infância, ou seja da EDUCAÇÃO INFANTIL no contexto da escola e princiapalmente, saber por onde deve percorrer para assim chegar ao verdadeiro objetivo, da palavra educar. É preciso buscar alternativas de atuação pedagógica para se educar sabendo: o que faz, como faz e para que faz.





Para estruturar o seu comentário você deverá:

1. Fazer um comentário de forma objetiva, relatando sobre a ideia princiapal da obra lida (sua concepção após a leitura).
2. Escolher, citar (colocar entre aspas com página) e  e explicar duas idéias secundárias que você percebe como importantes e merecedoras de serem explanadas.
3. Fazer um comentário sobre o seu conceito em relação a obra.

40 comentários:

  1. Iolane Silva Sousa27 de março de 2011 19:29

    A ideia principal da obra é promover uma educação infantil, com qualidade de ensino para todas as crianças, e que elas possam ser respeitadas nas diferenças de classe social, cultura e origem para que as mesmas possam está produzindo conhecimento e tornam-se pessoas criativas, autônomas, capazes de agir no meio da sociedade, e ser merecedora de suas conquistas. Pois a crianças está sempre em constante transformação, desenvolvendo características próprias no decorrer do seu desenvolvimento (linguístico sócio afetivo lógico-psicomotor). “O Trabalho pedagógico se desenvolve no espaço de toda escola, e também fora dela” pag.74, ou seja, a criança também pode está desenvolvendo conhecimentos através de passeios livres,” o espaço da escola deve ser seguro e deve favorecer a ampla circulação das crianças”pag.74 é fundamental que a criança se sinta livre dentro da sala de aula e esse espaço facilita na sua aprendizagem. Então, esse livro me proporcionou momentos de muitas reflexões, a cerca da educação de como ela dever esta sendo aplicada para nossas crianças, gostei muito e tenho certeza que vou levar para pratica.
    IOLANE SILVA SOUSA

    ResponderExcluir
  2. Livro: COM A PRÉ-ESCOLA NAS MÃOS (AUTORA: SONIA KRAMER)
    Após a leitura da obra, pude perceber o quanto a autora (Sonia Kramer) orienta a forma como o professor deve conduzir o processo de ensino – aprendizagem, a partir de teorias e utilizando métodos e práticas pedagógicas, dinâmicas, brincadeiras e avaliações, visando a formação de cidadãos críticos, criativos e sociáveis na construção de valores.
    Outra proposta feita pela autora é a importância da socialização das crianças, livres de preconceitos por classe, raça ou sexo, além de ver na família ( que põe total responsabilidade na escola da formação do infante), um referencial de peso na mediação da educação infantil, pois antes que ele chegue a pré-escola, ele já possui uma pré-educação externa.
    Outra coisa que chama muito a atenção é o nome do livro “Com a pré – escola nas mãos”, retratando a responsabilidade do educador infantil quanto à educação inicial, da forma como ela deve ser tratada, manejada, amparada, cuidada e principalmente conduzida para uma boa formação.
    O livro possui muitas falas interessantes, porém existe duas que gostaria de compartilhar
    1) [...] ”o conhecimento é coletivamente construído.” (p.89)
    Na citação, a autora coloca a importância da coletividade, da interação, do compartilhamento na construção do conhecimento. Não se pode haver conhecimento sem partilha,e nem sempre existe razão naquilo que conhecemos ou pelo menos pensamos que conhecemos. É necessário troca de informações, pesquisas e opiniões. Dessa forma pode – se entender que conhecer vai além de mim e do outro, segue horizontes mais distantes, contornando, e traçando novos caminhos através da nossa existência.
    2) “Pois como nos diz Fayga Ostrower, “Criar é tão difícil ou fácil como viver. E é do mesmo modo necessário. ”” (p. 106)
    A criatividade faz parte da essência do homem, das suas necessidades, é uma forma de expressão, é uma maneira que o homem encontrou de registrar sua história, suas vontades, desejos e emoções. É diferenciar – se dos outros seres que existem, é mostrar sua capacidade, e é acima de tudo um desafio, assim como viver.
    Foi muito interessante, estudar essa obra, e conhecer um pouco sobre como ser um profissional da educação infantil, mostrando como a tarefa de educar e formar são importantes nas séries iniciais, e que todos que estão integrados no processo de ensino – aprendizagem devem procurar trabalhar metodologias específicas, para desenvolverem mais e melhor a capacidade intelectual e moral das crianças que necessitam de atenção, cuidado e principalmente dedicação, desde a família, escola e sociedade.

    Debora do Nascimento Lima

    ResponderExcluir
  3. Educação infantil-prioridade imprescindível.
    1-A educação infantil é de extraordinário valor no desenvolvimento humano.
    2-"Saiba poupar a criança de palavras ásperas,gritos e brigas mesmo que não seja com ela".(p.130)
    Geralmente brigas,gritos na maioria das vezes entre os pais, acarretam um nível de estresse que afeta a criança,gerando sofrimento e medo.
    "Muitas vezes,abrir um espaço de tempo de dez a vinte minutos diários e se instituir em casa uma "hora de brincadeiras" ou um "espaço do faz de conta" possui um efeito extremamente reparador".(p.145)
    Dez a vinte minutos pode ser algo muito importante para criança.Como muitos pais passam a maior parte do tempo trabalhando,ou seja, ausentes é essencial abrir um espaço de alguns minutos para brincar com as crianças.Pois é algo relevante para o desenvolvimento da criança,para que a criança sinta que tem atenção dos pais, e união da família.
    3-O livro é importante para pais e professores que desejam adquirir mais conhecimento sobre educação infantil.A obra relata a relevância da educação infantil, desde a criança no ventre da mãe,até os primeiros anos de vida,enfatizando que a criança ainda no ventre da mãe consegue ouvir a fala da mãe.Podendo enriquecer mentalmente as crianças que ainda vão nascer a mãe então deve procurar ouvir musicas leves e suaves.Relatando ainda a importância da sala de aula para criança em seus primeiros anos de vida,tendo como objetivo principal que a educação infantil é um período de grande valor para o desenvolvimento da criança na sua formação e para a aprendizagens.

    ResponderExcluir
  4. Com a pré-escola nas mãos é um livro que nos traz um relato do que é a pré-escola no brasil, os fundamentos teoricos, as propostas pedagógica e que o governo tem feito com respeito a pré-escola, a preocupação com as crianças de 0 a 6 anos. Essas ficaram muito por muito tempo esquecidas, enfim essa obra nos concientiza a respeito da educação das crianças.
    Religião:
    " No que diz respeito á religião" (pp.41)
    Na pesquisa apresentada sobre as crianças observa-se que muitas delas tinha uma tendencia em participar de uma religião, mesmo que esta não fosse a de seus pais. É de impotancia para as crianças buscar a religião, pois faz com que elas venham a amar o próximo e consequentemente saberá a cumprir seus deveres escolares.

    A OBRA:
    É uma obra excelente, para se ter conhecimento sobre o mundo das crianças, quais suas dificuldades para o aprendizado, a sua familia, o seu mundo infantil. Destacando o trabalho pedagógico e o trabalho com as familias.

    ResponderExcluir
  5. Ao estudar a obra Educação Infantil: Prioridade imprescindível, Celso Antunes percebe a princípio que este tem como objetivo causar uma conscientização e reflexão aos pais, professores e em outros mediadores da educação infantil, no que diz respeito como está e como dever ser essa educação. Mostra a importância da mesma, e informa que o bom ou mau desempenho desse processo de aprendizagem, está nas mãos de quem educa, por isso faz-se necessário procedimentos, estratégias que estimulem de forma significativa as diversas potencialidades das inteligências da criança, que se inicia ainda dentro da barriga da mãe. Ressalta ainda a boa preparação docente e o afeto como grandes contribuidores da aprendizagem infantil.
    [...]"jamais se brinca sem aprender"[...](P.31)
    Celso Antunes enfatiza a brincadeira como essencial a aprendizagem, onde a mesma de forma bem conduzida leva a criança a desenvolver conhecimentos cognitivos e afetivos que auxiliam na formação da personalidade.
    [...] “seria essencial que o (a) educado (a) infantil tivesse ilimitado amor a sua profissão e integral dedicação de transmiti-la através de seus atos, seus gestos e suas intervenções” [...]
    (P.60)
    O livro faz uma abordagem de como deve ser o (a) educador (a) infantil, onde dar orientações como é um bom educador, na qual menciona que um bom profissional tem que amar incondicionalmente a profissão, e ser capaz de transmitir esse amor as crianças através de atos e gestos.
    Diante de inúmeras informações pertinentes contidas nessa obra, cabe a mim apenas dizer que a mesma é maravilhosa, pois proporciona ao futuro pedagogo e aos demais mediadores da educação infantil, conhecimentos e estratégias essências para um bom desenvolvimento no processo de ensino e conseqüentemente no processo de aprendizagem .sendo assim é interresante que todas as pessoas estudem essa obra, para ampliar seus conhecimentos, no que diz respeito educação infantil, uma vez que a mesma é considerada como o inicio de tudo.
    Patrícia Silva Santos 3º período de pedagogia

    ResponderExcluir
  6. A educaçao infantil é o ponto de partida para uma boa aprendizagem,e o livro e o livro Educaçao Infantil de Celso Antunes mostra de maneira bem clara abrangendo vários temas,dando nos signicados sobre inumeros conceitos e visando pontos importantes que acrecentaremos em nossos conhecimentos como futuros educadores.
    " É no de ato de brincar que toda criança se apropia da realidade imediata, atribuindo lhe significado.Em outra palavras,jamais se brinca sem aprender."(p.31)
    Criança que nao brinca nao aprende.Brincado ela desenvolve sua imaginaçao ela estimula seus pensamentos trazendo seu mundo encantado para real.
    "Mais importante de todas as profissões é a do educador infantil,entretanto não tem a mesma o prestigio social que mereceria."(p.60)
    Celso Antunes foi muito feliz quando cita que a profissão do educador infantil não e valorizada como deveria ser.Porque todos nos adultos passamos por um deles,que se dedica ao maximo que se empenha a ensinar os primeiros conhecimentos da escola,e se hoje temos advogados administradores e outros,o merito é do educador,sendo então a menos enxergada e que era pra ser a mais valorizada.
    Esta riquissima obra chega em um momento exato para nos conhecer a educaçao infantil nos que estamos chegando ja no periodo de estagio e ela so veio esclarcer e preencher nos conhecimentos.

    Marcia Cardoso

    ResponderExcluir
  7. Os principais pontos destacados foram a aprendizagem da criança, o que é muito delicado e imprescindível. Ou seja, é uma faze que passa lentamente com muitos cuidados e nisso, o adulto irá perceber que seus filhos estão desenvolvendo suas formas de aprendizagem, e que suas crianças estão em convivência entre duas famílias, a sua casa e sua escola.
    "Brincando a criança desenvolve imaginação, fundamenta afetos, explora habilidades e, na medida em que assume múltiplos papéis, fecunda competências cognitivas e interativas" (pag.31)
    A criança quando está envolvida em suas brincadeiras ela está desenvolvendo suas habilidades intelectuais e físicas e também desenvolve sua linguagem, pois ela está se relacionando com objetos diferentes e envolventes, assim ajudando também a criança a ser criativa.
    "Uma boa educação infantil, portanto, não deve ser feita a partir de elementos experimentais isolados, mas tomando como referência um sólido suporte teórico como fundamento que estrutura toda prática". (pag.56)
    Isto é, tem que haver maneiras práticas que facilitam o aprendizado da criança. Quando se fala em suporte, pode se dizer que é algo em que lhe apoiará no seu desenvolvimento, tanto intelectual quanto físico. Assim, realizando novas fontes de ensino ajudando em sua aprendizagem.
    O livro educação Infantil é uma obra em que nos leva a viajar nos acontecimentos citados, pois ele nos relata o mundo das nossas crianças cheios de defeitos e qualidades, isto é as descobertas. No entanto, para que haja em uma criança um desenvolvimento intelectual espontâneo, tem que haver conteúdos atraentes e novidades para que possa envolvê-las. Por tanto a obra nos mostra cada procedimentos que envolve educadores, pais e alunos,e ajuda a facilitar a convivência entre os pais , professores e alunos.

    ResponderExcluir
  8. Débora, parabens pelo comentário!
    Você trouxe reflexões importantes e necessárias acerca da educação infantil.
    Ser profissional da infancia implica uma série de saberes em um ângulo sistêmico.
    Seu olhar sobre a obra trouxe essa análise
    Adorei!!!

    ResponderExcluir
  9. Livro: Com a Pré-Escola Nas Mãos (AUTORA: SONIA KRAMER)
    A proposta curricular desta obra têm como ideia principal, o compromisso firmado com uma ação democrática e transformadora, que leva em conta a diversidade real das crianças como ponto de partida, procurando assegurar a todas um determinado desenvolvido sadio e pleno, e, simultaneamente o acesso aos conhecimentos imprescindíveis.
    Alguns destaques da obra foram: CENAS DO COTIDIANO(p.43)
    1-RESPONSABILIDADE
    “Uma criança sujou a blusa de um amigo e se recusou de limpar, apesar da insistência da professora. Uma terceira criança entrou na conversa e disse:
    -Vai se acostumando que nessa escola é assim mesmo!
    (como quem diz: “sujou tem que limpar")"
    2-OBSERVANDO E CONVERSANDO
    "Brincando e observando as folhas no pátio, uma criança toda entusiasmada começou a gritar:
    Criança 1: -Olha o que eu descobri!
    Criança 2: -Cadê? O que é?
    Criança 3: -O capim tem cabelo!!!
    Criança 4: -É mesmo!
    Todas as crianças que estavam perto vieram ver o "cabelo" do capim. A menina ficou sentada durante muito tempo alisando o capim com um dos dedos, demostrando satisfação por ter descoberto uma coisa diferente."(p.43)
    Essas cenas relatadas mostram a infinidade de situações vivenciadas no cotidiano, que nos possibilitam conhecer quem são nossas crianças e como constroem conhecimentos. Essas cenas demostram como as crianças percebem o contexto à sua volta e suas diferenças, esclarecendo a visão que têm da escola. Apontam ainda para o entusiasmo que manifestam ao fazerem descobertas. Verifico a riqueza do pensamento infantil nas formas de compreensão do mundo e dos fatos. Possibilitam ainda aos profissionais que atuam na escola a experiência para lidar com cada situação.
    A obra lida, traz algumas contribuições para analise e elaboração de uma proposta curricular, pois toda proposta pedagógica deve ser sempre orientada por pressupostos teóricos que explicitam a concepções de criança, de educação e da sociedade. Soluções para as dificuldades que irão surgir e que precisam ser superados em nossa jornada pedagógica. A obra nos revela o real, e nos convida a ser futuros professores, professores sim, esses brilhantes, capazes de encarrar e abraçar a árdua missão de educar. Revela que esse caminho na construção dos conhecimentos e valores deve ser trilhado com entusiasmo, movido pelo sentimento forte de que compreender o mundo em que vivemos é uma tarefa apaixonante, cheios de aventuras ,fruto da nossa condição de homem, mulher ,adulto e crianças.

    Leidiany da Silva Sousa
    31 de Março de 2011 12:23

    ResponderExcluir
  10. Iracema Carvalho da Silva31 de março de 2011 12:45

    Com a Pré-Escola nas Mãos
    A idéia principal da obra nos mostra que a educação básica no Brasil, teve suas contribuições da visão histórica, é obrigatória em todo o estado nacional as crianças de 4 a 6 anos estarem em sala de aula; Logo que, tem o prazer de aprender e aprendem brincando; o educador deve desempenhar na instituição o lado afetivo, as crianças descobrem e constrói o conhecimento do mundo, nas atividades precisam desenvolver seus movimentos-explorando o seu corpo. Desenvolvem os hábitos, costumes e valores familiares da cultura social, enfatizando a construção e desenvolvimento da inteligência e auto-estima de si próprio. É essencial que seja valorizado os interesses e necessidades dos mesmos. Deve-se dá ênfase ao desenvolvimento psicológico e natural do desempenho da aprendizagem.
    "[...]” centros de interesse",onde a criança passa por três momentos: o da observação,o da associação no tempo e no espaço e a expressão. Para Decroly, "a sala de aula está em toda parte", e o tempo de duração de cada centro de interesse deve ser flexível, orientado de acordo com os interesses [...]".(p.27)
    Na sala de aula, a criança observa tudo ao seu redor, se integra com as outras e associa-se num melhor desempenho com orientação do educador, sendo flexível de acordo com o interesse a qual se interagem.
    "O entusiasmo pelo conhecimento e o prazer de aprender/conhecer/descobrir/intercambiar são, assim, marca vital proposta". (p. 63) Devido o entusiasmo,a criança desenvolve conhecimento com o prazer de aprender e adquire habilidades através das descobertas que vão inseridas no decorrer do cotidiano,buscando algo de novo,a qual ficam marcadas em seu processo de aprendizagem. A vida é uma escola,é vivendo e aprendendo.
    A obra retrata que a educação infantil é pra ser respeitada de acordo com as leis; os educadores desenvolvem um processo de construção de conhecimento através de pesquisas, estudos, interação ao meio social, construindo novos meios para um desempenho escolar. Logo que,aprender a aprender faz parte de nosso cotidiano. E o planejamento vem esclarecer com base no desenvolvimento das crianças e no seu contexto de vida, com as atividades que avaliadas possibilitam novas ações planejadas.
    comentário: Iracema Carvalho da Silva

    ResponderExcluir
  11. COM A PRÉ - ESCOLA NAS MÃOS( Sonia Kramer)

    1-Tendo em vista a idéia real da obra, podemos relatar que ela se desenvolve a partir da compreensão de que as crianças de 4 a 6 anos precisam de uma educação de qualidade, considerando as diferenças que há entre os indivíduos, sendo elas diferenças de classe social, a origem das crianças, bem como a adversidade de etnia, sexo e cultura, buscando despertar nas mesmas um espírito de cooperação, que tenha um olhar critico sobre a sociedade, tornando –se indivíduos autônomos, capazes de agir, diante dos problemas sociais e transformá-los de forma que mude a historia em que vive.

    2- “Ora, é necessário que a clássica forma de avaliar; buscando os “erros” e os “culpados”, seja substituída por uma dinâmica de avaliação capaz de trazer elementos de critica e transformação ativa para o nosso trabalho.”
    Entendemos que analisando a situação do aluno, em ser o único a esta sobre o olhar dos avaliadores, compreendemos que todo o contexto da escola esta direta e indiretamente envolvido na aprendizagem do aluno, por que só ele deve ser avaliado? Se o mesmo não obteve o resultado desejado, pode-se analisar todo o conjunto da escola para que haja uma reflexão, fazendo modificações procurando construir em conjunto, métodos a serem trabalhados, interagindo escola aluno e família.
    Pois partimos da idéia de que nunca estamos prontos no contexto de conhecimento, o professor está em continua aprendizagem e se tem dificuldades terá a chance de buscar conhecimentos e progressos, tirando duvidas e assim construindo.

    “Entendemos que a escola não tem o poder de mudar a sociedade, mas, simultaneamente, ela não tem o mero papel de conservar mecanicamente essa sociedade.”
    Atribuímos à escola um grande percentual de contribuições, para que se construa uma sociedade mais igualitária, pois entendemos que é no âmbito da escola que se pode construir parte significante de indivíduos capazes de atuar na sociedade de forma crítica e tendo consciência de seus deveres no âmbito social político e econômico. É na escola que o cidadão aprende a ter autonomia diante das situações vividas diariamente.
    Portanto, devemos lutar por uma escola mais digna que cumpre seus deveres diante da sociedade, tendo consciência que é partindo dessa idéia que podemos possibilitar para os futuros cidadãos uma sociedade mais democrática.
    3- considera-se essa obra uma conscientização do professor, deixando explicito, como situações e problemas que podem surgir no decorrer de sua profissão e como resolvê–los.
    Compreendemos que o papel pedagógico precisa se orientar por uma visão das crianças como seres sociais, indivíduos que atuam na sociedade. E que essa educação deve ser voltada para formar indivíduos capazes de atuar no meio em que vivem de forma que possa transformá-lo.
    Hoje sabemos que a educação infantil é essencial, pois é nesse momento que se pode desenvolver sujeitos ativos, psicologicamente capazes de resolver seus problemas de forma autônoma, sabendo qual seus deveres diante da sociedade.

    Eliany Nunes de Sousa

    ResponderExcluir
  12. Na obra "Educação Infanti: prioridade imprescindível", trata de uma forma de educação inteligente e, como o próprio autor diz: é uma prioridade indispensável na vida e na construção social, moral e intelectual da criança.
    O profissional infantil precisa preencher todos os requisitos para o progresso da criança enquanto aprendizagem.
    "Sabendo-se que em toda educação o que mais marca é, primeiro, o amor; depois, o exemplo; e em terceiro lugar, o ensino," [...] (p.60)
    É de suma importãncia que o orientador/provocador da aprendizagem, seja sensível ao afeto,através de seus atos e gestos durante sua interação com os pequenos, garantindo-lhes assim maior proteção.
    ANTUNES afirma: "Não esquecer que um dos mais saudáveis "brinquedos" para a criança são outras crianças para que pratiquem a socialização." (p.117) Não é o que pensam alguns pais e educadores, ludicamente falando, acham que somente brinquedos e jogos pedagógicos promovem o aprendizado e o social , enfim, brincar e interagir são elementos priorizados pelas crianças.
    Portanto, a obra lida, trouxe pra mim uma visão holística no que tange os aspectos do processo de aprendizagem infantil, refletindo a cerca de ações errôneas de alguns docentes, possibilitando-me aplicá-las no decorrer de minha vida acadêmica e profissional.

    SIRLENE SANTOS BARROS.( 3º período Pedagogia-FACIMP.) IMP, 31/03/2011.

    ResponderExcluir
  13. entende-se que com o livro com a pré- escola nas mãos que as crianças de 0 a 6 anos tem uma garantia ao acesso de todas as permanencias da escola, pois a escola de 1° grau também tem a função de contrubuir com esse desenvolvimento dessas crianças. Também aqueles que não consideram a pré-escola importante tem que ter conciência de seus limites e das suas possibilidades reais para que esse trabalho seja utilizado com as crianças para que o seu resultado seja construtivo e possa ser valorizado. Portanto isso contribui com o desenvolvimento das crianças para que no futuro possam desenvolver seru trabalho de maneira adequada na área da educação.

    Dayana do Nascimento Lima

    ResponderExcluir
  14. O livro parte do pressuposto, que o trabalho educativo deve estar sempre voltado para o desenvolvimento completo dos indivíduos (aluno), tendo em vista a melhoria da compreensão do meio em que os mesmos vivem, a cultura, a sociedade e meio ambiente entre outros, são fatores que contribuem para a vida e o desenvolvimento das crianças na formação valores próprios.As brincadeiras, as dinâmica e até mesmo as músicas não pode ser realizada apenas com a intenção de divertir, mais também de ensinar, pois esta mais do que provado que a criança aprende pelo fazer a própria avaliação formativa tem que ser usada um instrumento da ação pedagógica, podendo assim através desta, diagnosticar, investigar informações que viabilizaram o rendimento desta ação na vida dos educandos. Como diz KRAMER, (2003, p. 19).
    Há uma estreita relação entre educação e sociedade. A partir de uma análise crítica dos estudos e das discussões correntes na Sociologia, é possível definir o papel que é atribuído a escola na sociedade brasileira.

    Assim como a escola a família por estar inserida no meio social das crianças, também tem como dever e responsabilidade ajudar na construção do conhecimento cognitivo e intelectual da mesma. Sendo a criança influenciada pelo meio em que ela vive, e a família é onde a criança passa a maior parte de sua infância esse conhecimento tem que ser observado e trabalhado pela família assim como o professor faz na escola. E segundo KRAMER, (2003, P.70)
    [...] Cabe enfatizar, mais uma vez que o tema gerador é uma alternativa curricular que sintetiza três elementos fundamentais: o desenvolvimento infantil; o contexto de vida das crianças e os conhecimentos que adquirem em seu cotidiano; os conteúdos das quatro áreas do conhecimento ( lingüístico, lógico-matemático,natural e social).
    Toda a temática que o educador trabalha em sala de aula deve ter como finalidade tais características apresentadas acima, pois, sem elas o trabalho do educador poder ter um efeito de “engessar” a criança a apenas a compreensão de parte dos conteúdos abordados, fazendo que a mesma encare esse tema como algo distinto de outras áreas, um exemplo , pode-se trabalhar sobre o dia das mães, pedindo para as crianças dizerem quantas pessoas moram com elas sua mãe em casa.
    Portanto, podemos afirmar que o livro faz abordagens de como o meio pode ser aproveitado como instrumento para se ensinar, pois, a criança sofre influencia direta de da sociedade em a mesma se encontra. Avaliar a criança de 2 a 6 anos de uma forma mais completa, levando em consideração diálogos, comportamentos e características próprias de compreensão de mundo que cada indivíduo já traz consigo.
    Marcos dos Santos

    ResponderExcluir
  15. Diante do livro educação infantil que eu li, pude entender que relata sobre a criança desde do ventre de sua mãe até os seis anos de idade.
    Essa fase pode-se dizer que é umas das fases mais delicada,porém,é necessário que os pais e os educadores juntamente com a escola estejam equipados para melhor preparar a criança de forma que possa surgir um exelente cidadão. A educação infantil é indispensavél para a criança,portanto,é fazer com que a mesma tenha a descobrir sobre o mundo em que convive,
    aprende a construir o seu próprio mundo de forma brincando e compreender o mundo do adulto.
    "A educação infantil é tudo; o resto é quase nada..."
    Entretanto é onde a criança forma seus pensamentos, comportamentos éticos e morais que levarão para a vida inteira.

    COMENTARIO DE SUA ALUNA:
    IARA DOS SANTOS CARNEIRO

    ResponderExcluir
  16. COM A PRÉ - ESCOLA NAS MÃOS (Sonia Kramer)
    1-A educação infantil que antes não era de grande importância, começa a se tornar espaço de aprendizagem e Kramer destaca em seu livro a importância de uma educação infantil de qualidade onde é necessário que vejamos as crianças como indivíduos que se desenvolvem e possuem a capacidade de adquirir conhecimentos, cada um com características próprias e com a realidade social e cultural diferenciada. Essas realidades precisam ser trabalhadas individualmente e com a colaboração de todos: escola, professor, alunos e família. Kramer lança então em seu livro a proposta de alternativas curricular, para orientar todo o fazer pedagógico, fazendo assim com que se desenvolva nas crianças a ação, o pensamento crítico e a criatividade, tornando assim a sociedade mais democrática. Essa proposta é um modelo de educação infantil a ser seguido de acordo com as necessidades de cada um, pois as crianças tem que ser vista como indivíduos que não precisam somente de cuidado mas também valorizados
    2- “Todo projeto pedagógico tem raízes e metas” p. 73
    O projeto pedagógico tem que partir de um ideal que se almeja chegar: em qual teórico esse projeto irá se espelhar, qual a finalidade. Acredita-se que haja um percurso a ser percorrido e que tem que ser levado em conta o tempo e o espaço disponíveis de forma estruturada, mesmo que não haja um modelo ideal a ser seguido. O papel da escola é desenvolver projetos que atendam as necessidades das crianças e que também cheguem à meta desejada pela escola.
    “O conhecimento, o relacionamento franco e a participação das famílias das crianças na vida da escola são componentes fundamentais de nossa proposta pedagógica, principalmente por termos compromisso firmado com uma educação democrática”. p. 100
    A proposta dá uma grande importância ao contexto social e cultural das crianças, por isso a escola e a família têm que interagir de maneira que possam se tornar equipe, para juntos solucionar os problemas discutir metas a serem alcançadas, fazendo assim com que a escola tenha um ensino de qualidade e as crianças tenham mais facilidade de aprendizagem. A escola precisa procurar meios de interagir com a família e de deixá-la cientes de que a escola também é dela e que a mesma tem uma grande participação no aprendizado das crianças.
    3- A educação infantil precisa ser desenvolvida de forma em que as escolas valorizem as crianças como cidadãs e cidadãos pensantes, capazes de agir no meio em que vivem de maneira que possam promover a transformação da sociedade. Com a leitura do livro podemos perceber que é na escola que isso pode ocorrer, pois a mesma pode contribuir de maneira significativa para que as crianças tenham um espaço próprio de aprendizagem. O professor junto com a escola precisa criar técnicas para que as crianças se desenvolvam psicologicamente, formando assim seus conhecimentos e suas ações. A realidade e os interesses de cada um precisam ter seus respectivos valores fazendo assim com que as crianças possam aprender com mais facilidade.

    Nailma Maceno Lima

    ResponderExcluir
  17. LIVRO: EDUCAÇÃO INFANTIL ( CELSO ANTUNES)
    1-A educação infantil é mesmo essencial para todos nós, pois, todos esses conteúdos nos ajuda a construir uma pedagogia adequada a todo tipo de criança, com objetivo de criar idéias ou inovar grandes fundamentos do construtivismo em buscar de uma educação transformadora conhecendo todas as maneiras de fazer o nosso melhor para a educação
    2-“Brincando, as crianças constroem seus próprios mundos e dos mesmos fazemos vinculo essencial para compreender o mundo do adulto...”
    Brincando a criança constrói um mundo com a sua imaginação, então ela começa a distinguir o mundo real do imaginário através da sua própria competência cognitiva. Ao brincar a criança estimula todo o seu pensamento, podendo assim, obter um melhor aprendizado.
    “... a mente de uma criança de dois anos é formidável emaranhada de sonhos, ilusões, encantamentos e medos. São bichos que falam, fadas que constroem, mágicos que inventam.”
    A criança de dois anos passa a adquirir as habilidades motoras, passam a correr subir em escadas, mexem em tudo, também possuem bastante imaginação, e é nesse momento que se tem que estimular a memória das crianças apresentando a ela em uma linguagem a qual ela entenda o que quer se passar para então haver uma assimilação por parte das mesmas.
    3-Portanto estamos conscientes que a educação infantil é a base para o desenvolvimento social. A aprendizagem na infância ocorre de forma lúdica com brincadeiras, que estimulem o aluno a desenvolver sua imaginação, explorar suas habilidades, construindo passo a passo sua forma de ver o mundo. É importante ressaltar em tudo isso o papel do professor de procurar juntar as peças importantes para que se desperte no aluno a atenção e curiosidade, se não houver ferramentas para o trabalho do professor , o mesmo tem que procurar outras maneiras e isso pode ocorrer com sua habilidade e criatividade.


    Walison Sousa do Nascimento

    ResponderExcluir
  18. Livro: COM A PRÉ-ESCOLA NAS MÃOS (AUTORA: SONIA KRAMER)Ele nos relata sobre aborda uma alternativa curricular para a educação infantil,tendo como proposta a formação dos princípios de autonomia.cooperação,criatividade,dentre outros,analisando assim a formação da cidadania.
    Nos mostra também algumas áreas de conhecimento sendo elas:História,psicologia,sociologia e antropologia,áreas essas que nos ajudam em um melhor desenvolvimento.
    Este livro nos mostra a realidade do ensino infantil e nos auxilia á encontrarmos uma nova e melhor metodologia de ensino,pois sabemos que nós professores precisamos ir em busca de inovar os nossos métodos de ensino,e após a leitura do livro despertou a curiosidade de em busca de mais criatividades.Enfim a educação infantil e base do começo de tudo na vida infantil e preciso estar bem atualizado.
    E autora mostra isso muito bem vamos analisar duas citações que a autora relata no livro:
    [...]”A heterogeneidade era a marca dos diferentes contextos em que viviam as crianças.”cap.1( p.40) Fala da exposição de um estudo exploratório ,realizado com uma turma de crianças com a faixa etária de 5 a 6 anos de idade.Considerando que a situação sócio-cultural e as condições econômicas em que vivem as crianças,além do sexo e da etnia,exercem uma forte influencia as crianças e sobre o conhecimento que constroem e a autora enfatiza as necessidades deste tipo de investigação no processo curricular.
    [...]”O planejamento semestral prevê os temas cíclicos que poderão ser desenvolvido,as vistas ou excursões a serem realizadas,e aponta as fontes que serão buscadas para apoiar a pesquisa e o estudo da equipe.”Cap.5 (p.91)Discute a realização prática do trabalho pedagógico a organização do espaço e as disposições dos matérias pedagógicos ,a organização do tempo,as atividades diversificadas e algumas atitudes básicas dos professores com as crianças no desenvolver da proposta.
    KAmilla F.Herênio

    ResponderExcluir
  19. EDUCAÇÃO INFANTIL PRIORIDADE IMPRESCINDÍVEL
    Celso Antunes é feliz ao trazer em seu livro de forma clara, as pesquisas que comprovam que é na fase da Educação Infantil que a criança desenvolve grande parte de sua personalidade e das estruturas fundamentais para a formação integral da mesma enquanto ser humano. E com nitidez, percebe-se que é na primeira infância que ocorrem as maiores transformações cerebrais, organizando as conexões neurológicas que favorecerão a aprendizagem por toda a vida. Antunes coloca a educação infantil como uma prioridade imprescindível. E o mais importante não é saber da existência de tais pesquisas, porém mais do que saber disso é o saber aplicar de forma adequada uma educação que possa fazer da criança um agente transformador do meio. Antunes coloca isto de forma ímpar: “Com tudo que a ciência conhece, podemos transformar pela educação e pela serenidade do desenvolvimento de projetos as linhas de um caráter”. (pp. 23). E para quê o caráter de uma criança possa ser formado não depende somente da família ou do professor e sim de todos que compõem o meio na qual a criança está inserida e não somente as pessoas como também o próprio meio. A ciência reforça o que o adágio popular já dizia: “dize-me em que ambiente cresce uma criança e direi como será sua aprendizagem”. (pp. 28) E nesse aspecto o autor faz diversas colocações que são de suma importância para a educação infantil, como o fato de construir- se a escola de Educação Infantil ideal, considerando não o que possa existir em tal escola e sim o que não pode, como: o verbalismo, o castigo, o reflexo condicionado e ainda a teoria do homenzinho. De tais teorias, Antunes deixa transparecer nas entrelinhas do texto, “Fuja” (pp.50).
    “É essencial que uma escola acredite naquilo que a ciência não ousa duvidar: a educação infantil é crucial na formação da pessoa e em seu nome imprescindível que ensine a compartilhar e a fazer amigos, a descobrir que a verdadeira ciência ensina verdades, que quem não lê jamais escreve e que a liberdade e a individualidade constituem essências do crescer”. (pp.53)
    Está aí à importância de ver a Educação infantil como prioridade imprescindível.
    Procurando finalizar este texto busquei em algumas falas uma frase ideal para deixar registrado, algo que dissesse em poucas palavras a importância da educação infantil para todos nós. E o que Jaqueline Kennedy mulher do ex-presidente dos EUA John F. Kennedy, disse finaliza esse comentário: “Se você fracassar na educação de seus filhos, nada que fizer bem terá muita importância”.


    CONSIDERE ESTE O MEU TEXTO ORIGINAL, POIS FIZ ALGUMAS CORREÇÕES GRAMATICAIS.
    EVANDRO FERNANDES

    ResponderExcluir
  20. Livro: Educação Infantil/ Prioridade imprescindível
    Esse livro relata muito a importancia do professor e sua capacidade de ensinar e de dinamizar suas aulas, para que assim os alunos possam responder suas expectativas e tornar pessoas capazes de vivenciar novas experiencias.Sobre a importância que tem, os pais ajudarem,incentivarem seus filhos á aprender e a se dedicar.Essa educaçao é imprescindivel para as experiências desses alunos.Seu olhar sobre desenvolvimento ele nao seje pequeno,tendo sempre uma visão diferenciada daquilo qeu se vive e que se aprende,podendo assim dedica-se cada vez mais e mais.Essa educaçao infantil, está pronta para ter aulas diferentes, aprendizagens diferentes, com musicas,brincadeira,porque afinal, se aprende brincando, e isso é crucial na vida de uma criança.
    "O ser humano nao suporta a solidao e liberta-se desse trauma sempre que pode através da comunicação" (pag. 69)
    ISso refere-se muito na parte da comunicação, na forma de se expressar, de se comunicar com outras pessoas,tendo sempre base nos estudos ja vistos e nas diferentes posiçoes que o mundo tras as conversas.
    "Pessoas estressadas,agitadas,que fumam,falam alto demais são bem vindas,desde que do outro lado da porta" (pag.113)
    Isso significa que desde o ventro da mãe, o bebe tem de a ser bem recebido, com carinho , atençao, sussego, e pessoas estressadas so acarretam a criança de stresse,tendo sempre um sistema emocional negativo, desde o ventre de sua mãe.Por isso o sussego e a tranquilidade é fundamental para a vida do bebe.
    A educação infantil faz parte da vida do ser humano e é com ela que aprendemos a viver em sociedade e a estarmos atentos para resolvermos qualquer problema,tendo cuidado em qualquer situaçao da vida.

    Fabianne Carvalho Holanda

    ResponderExcluir
  21. Educação Infantil/Autor: Celso Antunes.
    Esta obra foi de fundamental importancia para o meu crescimento como educadora infantil,pois diante de tantas descobertas,refletir sobre os pecados cometidos na educação infantil.Uma das propostas que o autor coloca que me chamou muita atençao foi"o castigo manifesta-se dissimulado pela atribuição de sucesso de alguns que a outros são comparados e expressos por notas altas e notas baixas, essa linha de ação simboliza estratégia circence,boa para adstramento de ursos,mas terrivel para a diversidade de grandeza da essencia humana e auto-estima que dignifica toda criança.Se o verbalismo pode ser comparado a uma gripe,esse sistema arcaico de avaliação caracteriza verdadeiro câncer educaccional"p.51.
    A educação é primordial,não cabe preconceitos,profissionais que não respeitam a hora da criança,e faz com que estas crianças sejam adultas antes do tempo.

    ResponderExcluir
  22. COM A PRÉ-ESCOLA NAS MÃOS (Sonia Kramer)
    Ao ler a obra, pude perceber que a educação infantil necessita que o fazer pedagógico se transforme, de maneira que a criança possa ser valorizada e que a mesma possa desenvolver a sua mente, podendo assim agir com autonomia, usando de criatividade e agilidade desenvolvendo assim a mente e abrindo espaço para novas aprendizagens, para que isso aconteça, nós professores temos que ter consciência da importância da educação desde a infância e aproveitar ao maximo essa faixa etária de idade para desenvolver a aprendizagem , buscando alternativas que valorizem a realidade de cada um, pois é a partir dessa realidade que poderemos nos aprofundar nas técnicas de ensinar, assim as crianças poderão estar mais confiáveis em si mesma e poderão respeitar os outro. Com isso o professor ajuda a cooperar para a construção do crescimento que é obtido gradativamente.
    “Os fatores sociais e culturais interferem no desenvolvimento infantil” (p.38). O meio em que as crianças vivem deve ser levado em conta porque influência na aprendizagem do aluno, então o professor tem que analisar e pesquisar para obter informações sobre a vida do aluno fora do contexto escolar, assim o professor fará uma indagação: Quem são essas crianças? Como elas vivem? Com isso o professor poderá descobrir uma forma de aprofundar seus conhecimentos, utilizando métodos adequados à realidade de cada um.
    “O conhecimento, o relacionamento franco e a participação das famílias das crianças na vida da escola são componentes fundamentais de nossa proposta pedagógica.” (p.100). A escola tem uma grande dificuldade de lidar com os pais dos alunos, pois os mesmos acreditam ser desnecessária a sua participação na aprendizagem de seus filhos. Essa relação entre a escola e a família, tem que mudar, ou seja, tem que haver uma conscientização dos mesmo que a aprendizagem só será completa se houver a junção entre pais e escola, sem isso a escola estará com dupla responsabilidade, que seria a de educar e de socializar, também ira lhe dar princípios de cidadania, sendo que cabe aos pais passar certos princípios para seus filhos, para que eles se tornem indivíduos capazes de atuar na sociedade de forma autônoma.

    Cleudiomar Cavalcante Melo

    ResponderExcluir
  23. O livro de Celso Antunes com o tema " Educação Infantil: Prioridade Imprescindível" é um livro que mostra a importância de revelar novas descobertas sobre a educabilidade da criança do nascimento até os seis anos de idade"(p.9)
    O livro mostra a Lei, dentro da LDB , (P.13) O direito que ajudar a criança dentro da legislação. Ele veio para motivar pais, e professores a entender que a creche é direito de toda criança estudar, onde ajuda na socialização no convivio de cada criança, com a família e seus amiguinhos. E também mostra como se estruturam escolas que exploram as inteligências multiplas, isto é, métodos na vida do ser humano, permitindo que cada criança tenha inteligência a ser despertada e motivada.
    O livro relata com clareza os primeiros anos de vida em sala de aula (p.111) onde o brincar, o movimento e a música, são importantes para a criança aprender, isto é, aprender brincando e cantando.
    O que me chamou atenção e fiquei feliz em aprender que Celso mostra a escola ideal para educação infantil (p.53) Essencial que uma escola ensino a compartilhar e fazer amigos, a descobrir que a verdadeira ciência ensina a verdade. Eu concordo que devemos ensinar, mostra a verdade desde o principo de vida de uma criança.
    Também mostra a importância dos fundamentos de uma boa escola, mostrando que ambiente favorece muito para despertar o ato de aprender e ensinar com amor.
    Celso fala muito bem das "oito premissas, para a modelagem da mente humana " (p. 146).
    Destaco das oito premissas " inteligências humana são estimuláveis".
    Enfim, compreendi que a criança é um ser que aprende, basta o professor buscar o aprendizado especifico através de metodologias, colocando bastante amor e carinho no ato de ensinar.

    ResponderExcluir
  24. Educação infantil
    A leitura deste livro me ajudou a reforçar mais ainda a idéia de que a educação infantil ou mesmo lidar com crianças é algo extremo e bastante delicado, por outro lado depende também de quem vai lidar com essas crianças, no entanto pode representar algo difícil ou simples. Pois como falei depende de cada professor se for o caso. E simples quando se tem as ferramentas adequadas que seria afeto dedicação e acima de tudo amor.
    “A escola de educação infantil ideal” (p. 49)
    A melhor escola de educação infantil para esta ou aquela criança depende de inúmeros fatores genéricos e específicos, entre os quais seria necessário incluir a localização geográfica da escola em relação ao lar, e, sobretudo o esmero com que são preparados os seus professores e outros funcionários.
    “Que significa ser um educador infantil” (p. 60)
    Sabendo que em toda educação o que mais marca e primeiro, o amor e depois o exemplo em terceiro lugar, o ensino seria essencial que o educador infantil tivesse ilimitado amor a sua profissão que gostasse muito de crianças e que gostasse extremamente sensível ao afeto que desperta as dores e angustias que revelam.
    Irlandia Siqueira

    ResponderExcluir
  25. o livro de educação infantil e de suma importancia para nos por que atraves dele descobrimos alagumas maneiras de lidar com as crianças desde o seu nascimeento ate seus seis aninhos como voce deve tratar essas crianças desde o berçario ate a educação infantil ou seja segundo periodo. devemos sempre trabalhar com essas crianças com muito amor,carinho,responsabilidade e sempre buscar inovações para lidar com essas crianças. apredemos tambem como funciona o periódo de gestação da mãe até os seis anos de seu filho, periodo em que a criança está transformando seu pensamento, e desenvolvendo seu físico e seu emocional e passando pelo processo de transformação ou seja a convivencia com todo conjunto da escola porque tudo e uma novidade, ocorre tambem nessa fase o período de adaptação da criança na escola então são maneiras de aprendermos a lidar com esses casos.


    "os fundamentos de uma boa escola de educação infantil"(p. 35)
    não se separa a idéia do brincar do aprender e, dessa forma, brincando e jogando, a criança constroi conceitos e explora sua criatividade.

    "da hora da brincadeira e da aprendizagem para uma nova concepção sobre o papel de brincar" (p.31)

    e brincando que a criança elabora conflitos e ansiedades, demonstrando ativamente sofrimento e angustias que não sabe como explicitar.

    jAYLENE DAMACENO SILVA.

    ResponderExcluir
  26. Com a pré-escola nas mãos
    O livro faz abordagens importantes de como deve trabalhar co crianças de 0 a 6 anos, e que os jogos e as brincadeiras também são significativas para a vida das dos alunos. A sociedade contribui e muito para a formação cognitiva e formatação dos valores. ”tais hábitos, costumes presentes na sua família e na localidade mais próximas interferem na sua percepção do mundo e na sua inserção.(p.p.22).
    E fundamental esse relacionamento entre família e escola, pois, a família faz parte do meio social onde a criança está inserida. A educação da criança é construída pela aquisição de valores, cultura e relação afetiva entre sociedade e indivíduo. “entendemos ainda que, do que adotar metodologia pré-elaborada é construir na prática pedagógica, aquela metodologia apropriada às necessidades e condições existentes e aos objetivos formulados” (p.p.37).
    Assim sendo o educador não pode se dar ao luxo de se prender a uma metodologia previamente elaborada, pois, sabe-se que na realidade da sala de aula, ocorre várias situação onde apenas, essas metodologias pré-elaboradas não serão capazes de resolver.
    Kramer nos faz ter uma reflexão sobre nossa própria profissão, pois como futuros educadores temos que levar em consideração tais características que cada criança leva consigo.
    Monica gomes

    ResponderExcluir
  27. Livro: Educação Infantil (Autor: Celso Antunes)
    Depois da leitura desta obra tive a concepção de que a mesma tem como objetivo mostrar a importância do desenvolvimento infantil para pais e educadores, onde esclarece que a aprendizagem é a construção que transforma em conhecimentos, e que só é possível quando usado estímulos e experiências aplicados essencialmente na Educação Infantil.
    é destacada também com várias experiências por cientistas, onde os mesmo ousaram de testes com várias crianças nessa faixa etária de 0 aos 6 anos de vida, e esses experimentos são cientificamente provados que o brincar para criança é essencial para o seu desenvolvimento, desde que tenha um acompanhamento adequado por pais, educadores e babás, por esse motivo o autor em todos os capítulos destaca a importância dessas pessoas no para um bom desenvolvimento de uma criança, onde é bem destacado na frase:" dize-me em que ambiente cresce uma criança e direi como será sua aprendizagem."(p.28)
    O brincar favorece vários fatores que contribuem para o desenvolvimento, físico e mental de uma criança, entre esses fatores o autor destaca a auto-estima, interação, autonomia e a criatividade, é na pré-escola que a criança desenvolve essas habilidade, que são de grande importância."A educação Infantil é a "mais séria" de todas as educações que se vivenciará pelos tempos."(p.57)
    ainda há muitos que pensam que essa fase"pré-escola"não tem lá sua importância, no entanto o autor derruba esse paradigma, e frisa que 'a educação infantil é tudo e o resto quase nada."(p.9)
    Diante de tudo aquilo exposto pelo autor nessa obra, concluo com a concepção de que a Educação Infantil é o ápice na formação do ser humano, e que pais e educadores são as pessoas responsáveis por essa formação, por esse motivo os mesmo precisam estar bem informados e preparados para auxiliar nesse desenvolvimento da criança."Se tudo isso pode ser chamado de "pré", então a própria vida humana seria uma pré-vida e outra razão não existiria em se viver senão pela morte se esperar."(p.42)


    Hozana de Alencar Santos Sousa
    Imperatriz 31/03/2011, 23:13

    ResponderExcluir
  28. LIVRO: COM A PRÉ-ESCOLA NAS MÃOS (AUTORA: SONIA KRAMER)
    No livro da autora Sonia Kramer percebi relevantes observações que a mesma faz sobre a educação infantil e também de como ocorre o processo de ensino nas pré-escolas. Com isso decidi fazer algumas citações e em seguida comentar as tais.
    Citação
    “Toda proposta pedagógica deve ser sempre orientada por pressupostos teóricos que explicitam as concepções de crianças, de educação e sociedade”. (p.17)
    Comentário
    Em toda escola devem ter orientadores para que possam cuidar da parte de socialização da criança com a sociedade. Que a mesma está dividida em: escola, mundo e cotidiano, ou seja, a vivência da criança.
    Citação
    “Por entender que as atividades são significativas o educador procura meios para trabalhar essas dificuldades”. (p.88)
    Comentário
    Não adotamos regras formais para estes casos, mas para cada tipo de disciplina estudada, apresentamos diferentes meios para que as crianças possam compreendê-las melhor.
    Citação
    “As observações e registros sistemáticos”. (p.97)
    Comentário
    Todo professor deve por obrigação ter em sala um caderno para anotar todas as atividades diariamente pelas crianças, ou seja, os seus desempenhos.
    Citação
    “Arquivos e relatórios”. (p.98)
    Comentário
    São registros coletados pela professora com o passar dos dias pelas atividades propostas em sala de aula. Chamamos essa ação de avaliação de conteúdos.
    Citação
    “Não são apenas as crianças que crescem e aprendem. Todos constroem seus próprios conhecimentos”. (p.95)
    Comentário
    As crianças são bem parecidas com os adultos nestes aspectos. Pois, mesmo depois de adultos, não deixamos de lado a grande e constante luta em busca do conhecimento.

    ResponderExcluir
  29. Cleudiomar e Mônica com certeza o olhar de cada uma de vocês lançado sobre a obra lida com certeza enriquece ainda mais as nossas concepções acerca da educação na infancia. O lúdico, a familia, o valor que é dado a criança torna essa fase da vida muito mais importante posto que é única. Parabens pelas abordagens.

    ResponderExcluir
  30. Irlandia, Jaylene, Hosana, Celia,e aqui em especial o aluno Rarissom. Estou muito feliz pelas belíssimas contribuições dadas por cada um e, princiapalmente, o olhar lançado sobre a Educação Infantil. Espero que toda essa preocupação e reflexão permaneça por tada a trajetória pedagógica de cada um, afinal somos formados para sermos profissionais da infancia e, consequentemente,mediadores de construções importantes que permanecerão pelo resto da vida.

    ResponderExcluir
  31. Livro: COM A PRÉ-ESCOLA NAS MÃOS(SONIA KRAMER)
    Devido a grande dificuldade de aprendizagem das crianças de 4 a 6 anos em nossas escolas, o livro "COM A PRÉ-ESCOLA NAS MÃOS" tem como objetivo auxiliar as práticas pedagógicas como uma alternativa de melhoria da qualidade de ensino e aprendizagem. Principalmente no diz respeito ao desenvolvimento infantil em suas mais variadas realidades.
    "Entendemos que a escola não tem o poder de mudar a sociedade, mas, simultaneamente, ela não tem o mero papel de conservar mecanicamente essa sociedade."(p.19)
    Atualmente vivemos em uma sociedade que ainda tem uma Educação deficiente, ou seja a escola não tem o poder de mudar a sociedade que hoje infelismente ainda comvive com essa dificil realidade, mais porém pode procurar meios que possibilitem quebrar esse tabu mecânico, inovando e criando uma nova educação rica em conhecimentos e práticas.
    [...]"o trabalho pedagógico se desenvolve no espaço de toda a escola e também fora dela"(p.74)
    Diante de tudo que o livro abordou foi possivél perceber que assim como aprendemos em sala de aula os diferentes meios que nos possibilitam ter uma boa educação, também aprendemos no nosso dia-a-dia, com a convivência dos nossos pais e familiares e com isso a autora quis mostrar que esse aprender e constante em todos os momentos da nossa vida.
    Alanna Ranyele Araujo Lopes

    ResponderExcluir
  32. Evandro, fico feliz por saber que faço parte da sua história na condição de sua professora ou de alguém que ajuda vc nessa trajetória. Parabens pela sua releitura sobre a obra, com certeza, em qualquer instância vc será um grande mediador, por conhecer de maneira tão brilhante e retirar dela aquilo que se caracteriza como importante. Você com certeza, será um grande contribuidor no contexto da educação. Parabéns

    ResponderExcluir
  33. Fabiane e Samara, fico feliz pelos pontos ressaltados por vocês. Tais pontos, com certeza, foram os que ficaram como significativos, bem como a relação feita da teoria com a ação. Esse olhar é o grande objetivo, pois a nossa sociedade, principalmente a Educação Infantil de Imperatriz precisa desse olhar analítico, com isso possa estar transformando as ações, beneficiando a criança de forma integral.

    ResponderExcluir
  34. Meninos e meninas, como nos coloca o autor, o conhecimento de todos nós juntos é muito mais do que só o meu. Quando o Walisson relata que a Educação Infantil é a base de toda educação ele tem todo razão, tudo isso vem ser sedimentado pela fala da Sirlene ressaltando a importancia de um profissional de qualidade, porque, como nos fala a Tatiara o apoio e a mediação é a principal ferramenta de desenvolvimento e a Iara complementa dizendo que a escola é esse espaço privilegiado que tem a responsabilidade de compreender todo esse processo endossado com a fala da Patricia que nos coloca a importancia da conscientização de que esse momento da infancia é unico, finalizando com a fala da Márcia que diz que o brincar é a forma mais eficaz para a aprendizagem da criança. Diante disso, com a diversidade de olhares dos colegas junto com os nossos, isso torna muito mais rico o ato de aprender e, consequentemente, apreender ou seja, usar na vida. Parabens pelas colocações

    ResponderExcluir
  35. Antonio Manoel parabens pela sua excelente análise sobre a obra lida. Suas colocações sempre vêm com uma compreensão singular. Você, com toda essa sua responsabilidade e todo esse compromisso, com certeza será um grande profissional.

    ResponderExcluir
  36. Leidiane e Iolane, muito boas as contribuições de vocês. Com certeza a obra foi e sempre será ponto de referenia para ambas. Tais aprendizagens só vem enriquecer a futuca práxis pedagógica de cada uma de vocês.

    ResponderExcluir
  37. Oi Kamila, fico feliz com a sua abordagem e com suas colocações, haja visto que você já se encontra ministrando aulas na Educação Infantil. A busca por novas metodológias tem como resultado o sucesso na sua carreira. Precisamos sempre está tendo essa prática devido a um conjunto de fatores dentre eles as transformações sociais e principalmente a transformação do comportamento das crianças. Vale lembrar também que a busca por novas metodologias nos permite atingir a todos, uma vez que o ato de aprender acontece diferentemente em cada um. Faça isso princesa, busque sempre. Com certeza você será uma profissional de grande valor.

    ResponderExcluir
  38. Alana e Cristiane, gostei muito das observações de cada uma principalmente por mencionar as mudanças que uma Educação Infantil com qualidade pode causa, bem como a importancia do mediador. No entanto vale ressaltar que somos profissionais e não missionários. Só conseguiremos evoluir para essa fase quando nos compreendermos como tal - mediadores- sabendo o que cada uma das nossas ações poderá causar. Adorei meninas.

    ResponderExcluir
  39. Marcos, você trouxe na sua abordagem uma questão muito importante que é a participação da familia na vida da criança de maneira sistêmica. Simplesmente, não dá pra fazer Educação Infantil de qualidade, se não houver a parceria da familia, fazendo o tripé necessário, ou seja, a familia , a aescola e a criança para acontecer a aprendizagem. Ficou muuuuuuito bom o seu comentário.
    Adorei!

    ResponderExcluir
  40. Dayanna, Eliane e Iracema, suas postagens ficaram muito boas, até porque trouxe a tona a importancia de respeitar o olhar da criança, montando assim um currículo tendo a criança como norteadora desse currículo. Quero parabenizar a Iracema pela contribuição com o olhar de outros autores da infancia. Muito bom

    ResponderExcluir